As principais Pedras no Sapato de um Coach

Se você ainda sofre com a falta de repertório, independente de quanto tempo de atuação você tenha, saiba que essa é uma “pedra no seu sapato” e está afetando diretamente as suas sessões e os seus resultados.

Eu sei bem como é: o estômago embrulha e a cabeça até dói de tanto forçar para pensar em uma saída, mas raramente você encontra, se está enfrentando esse problema.

A falta de ferramentas pode potencializar a falta de repertório

Um cliente pode ser muito imprevisível e se você não estiver realmente preparado e munido, uma hora você pode ser pego de surpresa e se ver sem ação e despreparado.

As pessoas são muito diferentes, sim. Mas isso, na verdade, é uma oportunidade.

Devemos nos preparar para momentos como esses, antecipando a falta de instrumentos e às vezes de experiência.

E por mais tempo de atuação que você tenha, nunca é demais ampliar sua capacidade de surpreender ao invés de ser surpreendido.

Claro que você sempre pode contar com a experiência adquirida ao longo do tempo. Ela não resolve todos os problemas, mas pode te favorecer.

Só que, nem todo mundo precisa ou quer passar por tais constrangimentos, esperando que o acaso cuide dos seus resultados.

Por sorte, temos escolha e não precisamos passar literalmente pela experiência para aprendermos com ela. Podemos acelerar nossos resultados propositalmente.

Eu sempre fui uma pessoa que tive pressa. Não gosto de esperar para ver o que vai dar. E atribuo boa parte do que sou hoje e do que conquistei a essa fome de aprender rápido e a decisão de “estar entre os melhores”.

Pessoalmente, nunca economizei e investi muitas vezes, mesmo não estando nas minhas melhores condições financeiras na época, em acelerar as minhas chances e oportunidades.

Por isso, nas minhas minhas formações, por exemplo, eu faço questão de provar pros meus alunos que você não precisa ser um executivo para se tornar um excelente coach de executivos, tem é que se preparar da forma certa.

É possível economizar tempo e dinheiro usando as minhas melhores técnicas e estratégias prontas e te garanto que dá muito certo.

Claro que sempre existe a escolha de querer acelerar o aprendizado e os resultados ou de descobrir tudo sozinho, por conta própria.

Mas é preciso colocar na balança e se lembrar que como coach, a falta de repertório pode ser uma armadilha e uma grande pedra no sapato que na maioria das vezes vale a pena eliminar.

Como se livrar dessa pedra no sapato?

Geralmente, em uma formação popular, o coach recém formado recebe de 10 a 12 ferramentas para aplicação em seus processos. A longo prazo, não será o suficiente, mas podemos considerar que esse é sim um bom começo para quem já deu o primeiro passo.

Você aprende, treina a aplicação, depois treina a execução até ficar muito bom naquilo. Faz mais algumas formações e com o tempo, é comum sentir tanta segurança e já ter as coisas gravadas na cabeça, aí você parte pro improviso.

E por mais que você confie em si mesmo, este pode ser um erro grave.

Porque as ferramentas bem elaboradas são pensadas para oferecer o estímulo certo, na dose correta e ativar a mente do cliente.

Sem isso, suas sessões podem andar no “fio da navalha” e qualquer deslize pode fazer de você um coach xoxo e cansativo.

Um bom conjunto de ferramentas, com variedade e qualidade, te proporciona ótimos atendimentos e te coloca no patamar que você precisa, quer e merece.

Você será capaz de facilitar as mudanças com ferramentas direcionadas e não adaptadas, como a maioria faz. O que é uma grande furada.

Se você é coach, sabe que uma ferramenta pode ser usada em vários contextos, mas não para qualquer contexto. Clientes diferentes merecem a abordagem certa.

E ampliar seu repertório de ferramentas vai te possibilitar ser muito mais assertivo em seus projetos. Usando ferramentas adequadas para os clientes certos, nos contextos exatos.

Coaching é uma ciência, e eu não conheço nenhum cientista que tenha se conformado só com o que aprendeu uma ou outra vez. Ele sempre busca aprender mais.

Eu não pretendo parar nunca, e você?

Forte abraço,
Caroline Calaça

PS.: Se você deseja se preparar melhor, ter mais ferramentas de grande impacto para ampliar seu repertório e poder conduzir seus processos com mais assertividade, eu tenho um treinamento chamado 110 Ferramentas de Coaching.
Se é isso que você está precisando agora, clique aqui para saber mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu