Como ser um Bom Coach?

Muitas pessoas interessadas em se tornarem coaches tem peguntado o que é necessário para ser coach, o que originou o artigo “O que é preciso para ser Coach?”  Um dos itens listados neste artigo é gostar de aprender sobre si mesmo e sobre os outros: para poder ampliar continuadamente a sua autoconsciência e do seu coachee.

Esta característica nos traz um questionamento relevante que é, mas como desenvolver auto-consciência? Quem nos recomenda os passos para fazer isso bem é ninguém menos que Daniel Goleman.

O primeiro passo:

Ter um desejo de estar ciente de suas emoções e querer desenvolver auto-consciência .

Segundo passo:

Parar- Praticar a atenção plena é uma excelente maneira de desenvolver a autoconsciência.

Reconhecendo que nossas mentes vagueiam cerca de 50% do tempo, “mindfulness” refere-se a esse movimento em que você percebe que sua mente vagou. Com a atenção plena, você monitora tudo o que acontece na mente.

Parece simples, mas é mais desafiador para colocar em prática. A maneira que se pode praticar mindfulness é através de meditação, sentado calmamente, recuando de um cérebro ocupado para se concentrar no momento presente.

Terceiro passo:

Observar- uma vez que você parou, observe e nomeie o que você está sentindo. É útil praticar isso em diferentes momentos do dia, em situações diferentes. Tome alguns momentos para sintonizar a si mesmo.

Nossos hábitos contraproducentes, surgem uma e outra vez. Um sinal chave que estamos em seu controle é as sensações corporais que desencadeiam.

Observe, por exemplo:

  • Você está respirando devagar ou segurando a respiração?
  • O seu pulso se sente lento ou rápido?
  • Você está suando?
  • Seus músculos se sentem tensos?

Quarto passo:

Ouça – Uma das melhores maneiras de tomar consciência de si mesmo é perguntar aos outros como eles percebem você. Esse é o valor das ferramentas de feedback de 360 graus.

Você preenche uma pesquisa sobre seu comportamento e pede a outras pessoas de confiança que preencham a mesma pesquisa. Um bom coach pode ajudá-lo a rever as diferenças entre suas percepções e as experiências dos outros.

A autoconsciência, um dos quatro componentes-chave da inteligência emocional, está subjacente aos outros três. Sem saber o que estamos sentindo, não podemos tomar medidas para controlar essas emoções.

Essa auto-gestão é o segundo componente. Faltando a auto-consciência, não podemos ter a terceira consciência social. Nós não entendemos como nós impactamos outras pessoas e não podemos sintonizar com o que os outros sentem.

Caroline Calaça- Executive & Business Coach


Baixe aqui seu Ebook Produtividade Total:

Seu email está seguro conosco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu