Estratégias para Lidar com Memórias Ruins

A neurociência vem nos ensinando que nossas memórias não são tão precisas quanto pensamos.

Muitas vezes, quando nos lembramos de acontecimentos desagradáveis, os exageramos e os transformamos em catástrofes. Se pensar sobre algo que disse em uma reunião e de que se arrependeu, pode imaginar que as outras pessoas reagiram de um jeito muito mais negativo do que na verdade o fizeram.

Quando se lembrar de memórias ruins, Amy Morin, psicoterapeuta e colunista da Forbes, aponta estratégias para manter suas experiências em perspectiva:

1. Concentre-se nas lições que aprendeu.

Se você superou tempos difíceis, concentre-se no que aprendeu com a experiência. Aceite o que aconteceu e pense em como pode ser tornar uma pessoa melhor por causa disso, mas perceba que não tem que ser necessariamente algo ruim.

Talvez você tenha aprendido a se defender depois de haver permitido que o tratassem mal, ou talvez tenha aprendido que precisa ser sincero se quiser que seus relacionamentos durem.

Algumas das melhores lições da vida podem ser aprendidas quando avaliamos os tempos difíceis por que passamos.

2. Atenha-se aos fatos, não às emoções.

Pensar em acontecimentos negativos pode ser muito angustiante, porque é provável que você se concentre em como se sentiu. Mas se você se lembrar de um acontecimento examinando os fatos e detalhes da memória, sua angústia diminui.

Em vez de ficar pensando em como se sentiu quando foi a um funeral, relembre detalhes como onde você se sentou, o que vestiu e quem estava lá. É menos provável que você fique preso a um evento se começar a remover as emoções que o cercam.

3. Olhe para a situação de um jeito diferente.

Quando foi analisar seu passado, descubra se há outras maneiras de enxergar a mesma situação. Você pode tecer sua própria história. O mesmo fato pode ser contado de várias formas e ainda ser verdadeiro. Se sua versão atual for perturbadora, veja de que outro jeito pode olhá-la.

A auto gestão é um atributo importante da inteligência emocional e pode ser aprimorada sempre que você pratica a auto observação, ampliando sua autoconsciência para poder fazer escolhas melhores.

Caroline Calaça- Coach Executiva e de Negócios

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu