O Auto Engano do Óbvio

É muito comum as pessoas se indignarem com os outros e alegarem que estão irritadas porque aquilo era tão óbvio!

Na realidade é interessante se aprofundar nesta reflexão do que é de fato é o “óbvio”?

Se formos consultar o significado de óbvio, segundo o dicionário Aurélio, óbvio é ” adj.1 Claro, intuitivo, manifesto, patente. 2. Fácil de compreender. “.

Esta definição nos faz pensar que para cada questão ou situação só existe uma forma de entendimento ou de significação, o que de fato não é verdade.

Ao afirmarmos que algo é óbvio, estamos partindo do pressuposto que a nossa forma de dar significado as coisas é a certa e de fácil entendimento e, pior ainda, podemos ficar na expectativa de que o outro pense como nós, interprete a realidade como nós o fazemos.

Esta não é uma postura muito realista e muito menos favorável, pois, nos coloca em compasso de espera que o outro adivinhe o que queremos ou esperamos que ele faça e nos submete ao risco da frustração e do desgaste.

Diante da tentação de sucumbir ao lugar comum do “óbvio”, antes se pergunte:

  • O que eu estou vendo que o outro não viu ainda?
  • O que eu deixei de esclarecer que pode estar contribuindo para que o outro não veja o que eu já vi?
  • O que preciso alinhar com esta pessoa para que tudo corra bem?
  • Quais as minhas expectativas com esta pessoa sobre este assunto?
  • O que disso ela precisa saber e ainda não sabe?

A melhor forma de parar de sofrer com o “óbvio” é se posicionar sobre suas expectativas e pontos de vista. Tony Robbins sabiamente afirma que todos os relacionamentos teriam maiores chances de serem bem sucedidos, se as pessoas logo no início respondessem uma à outra: o que você precisa para ser feliz e o que é inaceitável que aconteça entre nós!

Caroline Calaça e Cássia Morato- Executive & Business Coach

5 Comentários. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu