O que Desencadeia a Procrastinação e como Superá-la?

O que Desencadeia a Procrastinação e como Superá-la?

Adiar uma tarefa ou trabalho escolar, a fim de jogar videogames ou regar as plantas pode parecer algo menos grave e mais uma incapacidade de fazer gestão do tempo.

Mas os pesquisadores dizem que a procrastinação crônica é uma estratégia emocional para lidar com o estresse, e isso pode levar a problemas significativos nos relacionamentos, emprego, finanças e saúde. Especialistas dizem que as consequências da procrastinação crônica ou extrema podem ser graves: casamentos acabam, as pessoas perdem seus empregos e muitas vezes se sentem como impostores.

Atraso voluntário de uma Ação

Os cientistas definem a procrastinação como o atraso voluntário de uma ação, apesar de previsíveis conseqüências futuras negativas. Ao optar pelo prazer de curto prazo arca se com um prejuízo no longo prazo.

A essência da procrastinação é “nós estamos cedendo para sentirmo-nos bem”, ‘Eu sei que eu deveria estar fazendo isso, me incomoda quando eu não faço’.

As narrativas dos procrastinadores invariavelmente comunicam que eles se sentem paralisados por querer fazer tudo perfeitamente, o que, em seguida, faz com que sintam se ansiosos sobre como começar.

Compensação Moral

Por exemplo em vez de procurar um novo emprego, ele pode ir para a academia, um movimento que os pesquisadores chamam de “compensação moral”. Ou seja, procrastinadores fazem algo para se sentirem bem ou produtivos, a fim de evitar a tarefa que precisa ser feita.

Pesquisas em comportamento organizacional realizadas por psicólogos na Universidade de Calgary , descobriram que procrastinadores crônicos geralmente têm ideias erradas sobre por que eles procrastinam e o que isso significa. Muitos procrastinadores crônicos acreditam que não podem começar a fazer uma tarefa porque querem fazê-lo perfeitamente.

No entanto, estudos mostram a procrastinação crônica não é realmente ligada ao perfeccionismo, mas sim à impulsividade, que é uma tendência a agir imediatamente em impulsos.

Dicas para vencer a procrastinação (pesquisa liderada por Timothy Pychyl, e Alexander Rozental)

  • Quebrar um projeto de longo prazo em sub-metas específicas. Indicar a hora de início exato e quanto tempo (e não apenas “amanhã”) você pretende trabalhar na tarefa.
  • Basta começar. Não é necessário para escrever uma longa lista de tarefas, ou cada etapa intermediária, o importante é entrar em ação!
  • Lembre-se que terminar a tarefa agora ajuda você no futuro. Adiar a tarefa não vai torná-la mais agradável.
  • Implementar mini-atrasos intencionais, que exigem que você faça um pequeno esforço para procrastinar, como ter que fazer logon em uma conta de computador separado para jogos.
  • Recompensar-se não só ao completar todo o projeto, mas também os sub-objetivos.
E você, o que precisa fazer diferente para ser mais produtivo e superar suas barreiras internas?

Caroline Calaça- Executive & Business Coach

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu