Como Sair do Amadorismo e Evoluir para um Coach Excelente

Geralmente eu não falo sobre dinheiro, prefiro falar sobre resultados. Porque quando se entrega bons resultados, impreterivelmente os ganhos vêm.

Mas o momento me coloca na condição de falar disso também, já que muitos coaches estão vivendo desafios para conseguir mais clientes e aumentar seus ganhos.

Considero um grande equívoco focar em lotar agenda para aumentar os resultados financeiros.

Eu sei, que lamentavelmente, essa é a aspiração de muitos coaches e o caminho que a maioria almeja percorrer porque parece o mais óbvio.

E vou além, ouso dizer que essa é uma recomendação de quem tem um olhar raso e inexperiente ou de quem já tentou várias coisas diferentes e nunca obteve resultados formidáveis.

Esse é um dos maiores erros dos coaches, que buscam mais retorno financeiro cometem.

Um outro erro comum, que é uma grande “furada” é depender de pro bono e “sessão gratuita matadora” para fechar contratos.

Mas isso é papo pra outro dia. Hoje vou falar mais de outros erros muito comuns…

Não é porque você tem uma formação em coaching, que seus coachees vão amar suas sessões e terão bons resultados..

Não é porque domina as 10 ou 12 ferramentas que recebeu na formação, que vai conseguir sucesso em seus atendimentos…

O que muitos coaches não entendem, é que ter uma boa formação é apenas um dos alicerces para atingir um patamar elevado e não o único.

E, sinceramente, essa é a parte mais fácil…

Por esse motivo que construí uma formação completa e muito bem estruturada, com todos os alicerces necessários que ensina muito além do que o mercado oferece. Trabalhando fortemente para  preparar o coach para um grande passo de encontro com a maestria e excelência – Mas isso também é papo para outro dia, até porque as vagas estão fechadas.

A atuação de um coach de resultados, envolve muitas competências e habilidades e vão bem além do que se aprende inicialmente por aí.

E diante de tantas incertezas do momento atual, cada vez mais as pessoas irão procurar por esse tipo de ajuda, tanto pessoal quanto profissional.

Elas irão recorrer aos profissionais diferenciados do mercado.

E você terá a oportunidade de estar preparado ou não. A decisão será toda sua.

Podemos considerar diferenciado, um coach que:

  • Tem uma formação certificada, que oferece um método que funciona e que vende de verdade.
  • Entende qual o seu papel como coach.
  • Sabe diagnosticar e conduzir o cliente para evoluir de fase dentro do processo, conquistando mudanças duradouras.
  • Se posiciona como especialista e entrega projetos como um coach de alto valor.
  • Está em constante aprendizado e evolução, ampliando seu nível de consciência.
  • E o principal: Tem uma caixa de ferramentas versátil e robusta para atender clientes diferentes em contextos diferentes.

Um coach não precisa saber tudo de todas essas categorias acima, mas limitar seu conhecimento achando que o que aprendeu na formação tradicional é o suficiente, dificilmente atingirá algum diferencial. Mesmo que tenha se preparado mas agora estagnou.

Isso só te levará pelos mesmos caminhos da maioria dos coaches: dos que desistem ou dos que ainda não deram certo.

Se você quer avançar nesse caminho, você precisa se munir de métodos simples e embasados que te ajude a dominar o máximo possível as habilidades e capacidades que você precisa desenvolver.

O que diferencia um coach amador de um coach altamente profissional?

São vários elementos que potencializam:

  • Posicionamento
  • Confiança e boa execução
  • Estratégia e planejamento
  • Atenção ao momento presente
  • Foco no cliente e no objetivo
  • Clareza e feeling

Ferramenta certa (pra mim, foi o mais desafiador de desenvolver e ao mesmo tempo, o que me traz mais resultado)

Implementar esses elementos dentro do processo do seu trabalho vai te levar muito longe. E entender isso, é saber que você tem um caminho a ser percorrido pela frente se quiser se tornar um coach altamente preparado.

Como um coach amador se torna um coach profissional?

É muito fácil olhar para uma coach reconhecida e de muitos resultados e acreditar que ela já nasceu pronta.

A verdade é que existe duas definições de coaches: o que é amador, e o que já foi amador um dia. Isso quer dizer que todo coach excelente já foi amador.

Passou pelas mesmas dúvidas, sentiu as mesmas angústias, experimentou altos e baixos. Mas por ter entendido o que precisava ser feito, entrou em ação e se desenvolveu até chegar onde está, e continua em constante evolução.

Há mais de 12 anos atuando nesse mercado, hoje consigo distinguir de longe a diferença entre um coach amador de um que busca excelência. E eu aprendi o que é necessário para preparar um coach para se tornar excelente.

Fato é que a quantidade de clientes e a agenda lotada não são os fatores diferenciais, e nem vão garantir a remuneração que você gostaria.

Então, o que vai contribuir para meu desenvolvimento?

Primeiro ponto, é buscar uma formação séria e certificada, que vai te auxiliar em todo processo da construção da sua carreira ou negócio com o coaching.

Pesquise por uma formação que tenha um modelo completo e que funciona, com uma variedade maior de ferramentas de trabalho que são aplicáveis em contextos e nichos diferentes, que te ofereça um passo a passo para você se preparar e que ensina ainda como trabalhar e vender seus projetos.

Se você já é formado pelo modelo tradicional de coaching, uma opção é buscar uma especialização, e essa dica se aplica mesmo se você já tiver um nicho bem definido e esteja desenvolvendo seu trabalho.

Não caia na armadilha de que o coach é um perguntador, isso vai minar a sua confiança e afastar seu cliente do projeto.

E entenda que lotar a sua agenda, só vai te tornar uma pessoa mais ocupada e não mais rica. Existe outros caminhos se você busca ser melhor remunerado.

Agora, se você quiser se desenvolver mais rápido, de uma forma que não te custe muito tempo para aprender, que te traga resultados quase que imediatos, adquira novas ferramentas – diferentes do que você você já tenha.

Fazer isso, vai ampliar seu nível de personalização, além de te dar mais segurança e confiança para aplicar suas sessões.

Isso vai te ajudar a gerar bons insights e mudanças duradouras.

Melhorar sua caixa de ferramentas é a única forma, mas pode ser uma forma prática e muito boa de ganhar agilidade e inteligência no processo para crescer, além de melhorar a percepção de valor do seu cliente.

Seja excelente, nunca pare de se preparar, faça o melhor que você puder para cada um de seus clientes.

E então, poderá colher os frutos de um trabalho bem feito.

Abraços,
Caroline Calaça

PS.: Se você deseja se preparar melhor, ter mais ferramentas de grande impacto para poder conduzir seus processos com mais assertividade, eu tenho um treinamento chamado 110 Ferramentas de Coaching, em que eu te entrego, na verdade, 160 ferramentas inéditas.

Se é isso que você está precisando agora, clique aqui para saber mais

3 Comentários. Deixe novo

  • Olá! Quero muito ter acesso a esse conteúdo.

    Responder
  • Halle Dib
    04/08/2020 19:52

    Olá, Caroline! Tudo bem com você?

    Ótimo texto, enxuto e objetivo, com todas as informações necessárias e suficientes para a devida compreensão das diferenças entre um coach amador e um Coach altamente qualificado para exercer a profissão com maestria, valorizando a profissão e sendo reconhecido pela excelência dos atendimentos. Muito obrigado pela dica e, aproveito o ensejo para sugerir-lhe que elabore mais textos curtos como este que, além de esclarecedor, você poderá ler várias vezes e não lhe toma muito tempo. Abraços.

    Responder
  • Roberto Vargas!
    05/08/2020 03:30

    Muito boa sua explanação sobre coaching e como se tornar bom nessa atividade nos dias de hoje!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu