A Avaliação de Competências no Coaching

O início do projeto de coaching se destina a desenhar o ponto A, ampliar o autoconhecimento e fazer uma conexão dos comportamentos atuais com o ponto A. No caso do coaching executivo, se destina a trabalhar com as expectativas da organização ao contratar o processo de coaching: quais os GAP’s de desenvolvimento daquele profissional ela mapeou e deseja reduzir com a contratação do serviço.

Uma forma de se fazer isso é fazer a avaliação de competências utilizando ferramentas de coaching apropriadas para isto, como as rodas de competência e ferramentas de aplicação similar.

Os Assesments

Outra forma é utilizando mecanismos de análise de perfil comportamental de mercado, os assesments, que se baseiam em teorias de comportamento elaboradas por Carl Jung e estudadas e desenvolvidas por pelo psicólogo Dr. William Moulton Marston em seu livro “Emotions of Normal People (teoria DISC), pelo jornalista e estatístico comportamental Arnold S. Daniels (teoria do Predictive Index, o PI), bem como nas teorias desenvolvidas nos livros The Survivor Personality de Al Siebert e Autonomia para Vencer, Claudia Riecken (teoria do Quantum).

Todos estes mecanismos de análise de perfil comportamental tem base científica sólida e fornecem uma contribuição relevante para o processo de coaching pois possibilitam maior autoconhecimento, oferecem a oportunidade de reduzir os pontos cegos do indivíduo sobre si mesmos, o ajudam a reforçar seus pontos fortes e oferecem informações sobre oportunidades de melhoria.

Algumas vantagens do uso de assesments de mercado no coaching executivo:

  • Redução de espaço de julgamento ou contaminação do coach por emoções ou percepções subjetivas, pois descreve o profissional de forma técnica e precisa;
  • A abordagem oferece fidedignidade, pois o sistema é científico;
  • Permite isolar fatores, por exemplo, observar dominância independente da sociabilidade, ritmo etc;
  • Prático e rápido. Requer apenas em torno de 20 minutos por profissional;
  • Permite obter informações do clima organizacional, pois oferecer informações do esforço do indivíduo para se adaptar ao cenário;
  • Permite ao coachee ampliar o seu senso de autovalorização
  • Apoio para planejar o processo de coaching

Definição do objetivo

No caso específico do coaching executivo, o relatório de assesment representa um apoio importante na medida em que ele pode identificar os GAP’s do profissional em relação ao seu cargo ou função atuais. Esta informação tem um peso importante para a definição do objetivo bem como dos comportamentos que poderão ter impacto positivo no resultado do processo de coaching.

Abrir mão de utilizar um recurso de base cientifica comprovada e que fornece informações tão ricas e confiáveis para o processo de coaching pode comprometer os resultados e colocar em risco as chances de conhecer e reduzir os GAP’s existentes entre o profissional e o cargo ou função que ele exerce no ambiente organizacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu